Subscribe:

terça-feira, 14 de janeiro de 2014

Você me quer mesmo assim?





Eu sou assim , eu vou sumir quando você menos esperar , eu vou surtar com você , vou querer que você sinta medo, orgulho , paixão , tesão , fome de mim . Eu vou ter as vontades mais loucas , eu vou sentir inveja até da sua sombra por estar perto de você de dia , e do seu travesseiro por estar com você a noite . Eu vou aparecer só pra você me perceber , eu vou sumir e aparecer milhões de vezes pra você me notar . Eu vou ter sede da sua atenção , eu vou querer seu " mais eu te amo " quando eu disser " eu te odeio , e não quero mais te vê por aqui " , eu vou querer um beijo roubado no meio daquela briga , eu vou querer seus elogios quando o espelho estiver de mal comigo , eu vou querer sua sinceridade quando for necessário , e a sua doce mentira quando minha vaidade precisar , eu vou querer surpresas no meio do dia , ligações inesperadas , eu voou respirar você , eu vou amar você...
E aí vai querer mesmo cruzar meu caminho?

Tati Bernardi


4 comentários:

Raimundo Freire disse...

Excelente!

Celia Lima disse...

Tão eu esse poema!!
Aliais acho que ele tem um pouco de cada ser humano né?
De vez em quando agente faz exatamente isso...Ora surta, ora some.
Mas o importante é que estamos sempre por aqui.

Bjsss Sol amadoro vc!

sol Tamalyn disse...

Ola Raimundo , obrigada pela visita um grande final de semana a vc ;) abraços .

sol Tamalyn disse...

Ola Celia bom ver você, todos temos um pouco disso tudo. Um grande beijo carinhos a vc ...xoxo

Postar um comentário